Bandeira Branca, Empreitada Perigosa, Vou Tomar Um Pingão, Tchau Amor – Jorge e Mateus

Publicado: julho 21, 2010 em Jorge e Mateus, Nacional

Vou Contar o que eu nunca vi pro sertão e pra cidade
Nunca via guerra sem tiro e nem cadeia sem grade
Nunca vi um prisioneiro que não queira liberdade
Nunca vi mãe amorosa do filho não ter saudade

Já derrubamos o mato terminou a derrubada
Agora preste atenção meus amigo e camarada
Não posso levar vocês na minha nova empreitada
Vou pagar tudo que devo e sair de madrugada

Eu vou roubar uma moça de um ninho de serpente
Ela quer casar comigo a família não consente
Já me mandaram um recado “Tão” armado até os dentes
Vai chover balas no mundo se nós topar frente a frente

Oh, vida amargurada, quanta dor que sinto
neste momento em meu coração
Oh, que saudade dela, não agüento mais
vou lá na vendinha tomá um pingão(2x)

Ela foi embora, partiu pra longe eu fiquei sozinho
Ela foi chorando, sentindo pena em me deixar
Qualquer dia deste eu fico de fogo e saio zuando
Onde ela mora juro por Deus que eu vou morar

Oh, vida amargurada, quanta dor que sinto
neste momento em meu coração
Oh, que saudade dela, não agüento mais
vou lá na vendinha tomá um pingão(2x)

Tchau, Tchau, Tchau amor
Vou embora mais te levo
No pensamento por onde vou(2x)

Este é o nosso último encontro,
Não fique aborrecida
Amanhã eu vou embora,
Vou sair da sua vida(2x)

Tchau, Tchau, Tchau amor
Vou embora mais te levo
No pensamento por onde vou(2x)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s