Carta – Fresno

Publicado: outubro 10, 2008 em Fresno, Nacional

Se minha vida acabar assim
Tu nem vais sentir falta de mim
Mas por que você sentiria
Você nunca agiu assim

O mundo vai ser igual
Não vai sair do normal
Não vai mudar
Você nem vai notar
Até porque nunca notou

Me cansei da falsidade
Me cansei da ilusão
Eu quero saber a verdade
Que reside em teu coração
Porque não é meu direito
Te levar à depressão
Mas eu diria “bem feito”
Se tu morresses na solidão

Mas e se hoje não acabar
E, amanhã, eu acordar
Sabendo que você se importa
Que eu erraria em acabar
Eu vou fazer como eu sempre quis
Fazer alguém muito feliz
Sem pensar
Sem duvidar
Se vale a pena

E não vou mais pensar no que as coisas têm de ruim
Eu não farei. a minha vida acabar assim
E não vou mais pensar do que as coisas têm de ruim
Eu não farei. A minha vida acabar assim

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s