Abri Os Olhos – Fresno

Publicado: outubro 10, 2008 em Fresno, Nacional

Sei
Mais do que eu quis
Mais do que sou
E sei do que sei
Só não sei viver
Sem querer ser
Mais do que sou.

E fato é o ato da procura
E a cura não existe
Só o que era certo
Eu descobri
Nem sempre era o melhor.

Abri os olhos,
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar.

Não sei afastar
A dor de saber
Que o saber não há
Só não sei dizer
Se esse meu ver
Se pode explicar.

Enquanto eu penso
Tanto entendo
Que é mais fácil
Não pensar.
O que era certo
Eu aprendi
A sempre questionar.

Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar!

Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar!

Ahhh…Ahhhh…!

Sei
Mais do que eu quis
Mais do que sou
E sei do que sei.

Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar!

Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s